nome blog

Comunicado importante!

19 de fevereiro de 2017

Olá pessoal, tudo bem com vocês? Hoje vim trazer um comunicado importante e triste para vocês.
Não sei se vocês sabem mas eu sou fisioterapeuta, e desde que formei não estava atuando na área, e nesse ano eu comecei a trabalhar com aquilo que mais amo, porém depois de 4 anos sem atuar, acaba que esquecemos muitas coisas do que aprendemos, então por isso eu vou precisar me dedicar muito a estudar e poder pegar o ritmo novamente. 
E nessa nova fase terei que abrir mão de algumas coisas, e infelizmente o blog será uma delas =/ o Entre Linhas e Parágrafos, está em quase todas as redes sociais, e eu não conseguiria manter todas atualizadas e com a devida interação, por isso optei por ficar apenas com uma rede social do blog, que será o insta @entrelinhaseparagrafos, essa é a rede social que mais tenho interação e acho que também é a mais completa, nela eu posso fazer as minhas resenhas, TAG, TBR e tudo que tem aqui no blog. 
Não pretendo fechar o blog, assim que tudo se acertar pretendo voltar a postar por aqui e se Deus quiser com muitas novidades. Devido ao TOP COMENTARISTA teremos postagens até o final do mês de fevereiro normalmente. 
Gostaria de agradecer a todos que sempre estiveram por aqui conosco, agradecer a cada comentário, a todos que sempre nos acompanharam, e principalmente agradecer a minha queria parceira Babi, que sempre esteve junto comigo, que sempre me incentivou e sempre fez de tudo para que o blog pudesse crescer. Muito obrigada de coração mesmo. 
Ah o projeto de leitura de clássicos continuará rolando no insta ok?! Sempre estarei postando sobre o projeto por lá, quem quiser participar comigo está mais do que convidado ;) 
Beijos pessoal e muito obrigada mesmo por tudo 

Playlist: Anavitória

16 de fevereiro de 2017

Oi gente bom dia, tudo bem? Hoje vim trazer para vocês a música de duas meninas que não param de tocar no meu Spotify, Anavitória. A dupla é formada por Ana Clara Caetano e Vitória Falcão, nascidas em Araguaína no Tocantins elas lançaram seu primeiro EP em 2015. Se você procura uma música leve, suave e que te faça relaxar você precisa ouvir Anavitória. Hoje selecionei as 5 músicas delas que mais gosto, vamos lá?! 



SINGULAR 


CHAMEGO MEU


TENTENTENDER


CORES


AGORA EU QUERO IR

E vocês conhecem Anavitoria? Qual a música preferida de vocês? Eu não sou capaz de escolher só uma. 
Beijos 

Resenha - Surpreendente

14 de fevereiro de 2017

Bom dia pessoal, tudo bem? Hoje teremos por aqui a resenha de Surpreendente, um livro que nos trás uma história bem legal, apesar do meu amor e ódio pelo personagem principal, gostei muito de todo o enredo do livro. Vamos lá conferir?!
SINOPSE: Pedro Diniz tem um desafio e um problema pela frente. O desafio: filmar um roteiro magnífico capaz de surpreender o público e conquistar o prêmio mais importante do cinema brasileiro. O problema: não ter a menor ideia de como fazer isso. Aos 25 anos, recém-formado, Pedro está convencido de que é um sujeito muito especial, que tem a missão de usar o cinema como instrumento para melhorar o mundo. Diagnosticado na adolescência com uma doença degenerativa que o condenaria à cegueira, ele contraria a lógica da medicina quando a perda de sua visão estaciona de forma inexplicável. Enquanto comanda o último cineclube de São Paulo e trabalha em uma vídeo locadora na periferia, Pedro planeja seu próximo filme - a obra que vai consagrá-lo. E, para animar as coisas, conhece a intrigante Cristal, uma ruivinha decidida, garçonete e estudante de física nuclear, que mexe com seu coração. A perspectiva idealista de Pedro, porém, sofre sérios abalos. Atormentado por um segredo, ele parte com os amigos Fit, Mayla e Cristal numa longa viagem até Pirenópolis, em Goiás, a bordo de um Opala envenenado. Com câmeras nas mãos e espírito de aventura, a equipe técnica improvisada está disposta a usar toda a sua criatividade na filmagem, feita na estrada ao sabor de encontros inesperados e de sentimentos imprevisíveis. E o jovem cineasta descobre que, quando o destino foge do script, nada supera o apoio de grandes amigos.
LIVRO: Surpreendente | AUTOR: Maurício Gomide | ANO: 2015 | EDITORA: Intrínseca | PÁGINAS: 272 | NOTA: 4/5

Pedro é um jovem de 25 anos, cineasta recém-formado que durante a adolescência descobriu uma doença degenerativa nos olhos. Em alguns anos ele não enxergaria mais nada, mas por algum motivo que nem a medicina conseguia explicar, a doença de Pedro estaciona. Pedro então acha que é um ser muito especial, que ele tem uma missão no mundo.
Ele acredita que essa missão seja levar o amor que ele tem pelo cinema para todas as pessoas, ele gerencia o último cineclube da cidade de São Paulo no Café Cultural e também gerencia a locadora de filmes VIP que fica na periferia. Um dos maiores objetivos de Pedro é ganhar o Cacau de ouro, que é o maior prêmio do cinema nacional. Para alcançar esse sonho ele conta com a ajuda do seu melhor amigo Fit, que também é cineasta, juntamente eles procuram o roteiro perfeito para poder participar desse concurso.
“ – Nossa vida é feita de um monte de momentos esquecíveis, entremeados por pouquíssimos inesquecíveis. Por que não darmos a nós mesmos o presente de tentar viver um inesquecível?”
Mas como tudo que é bom, dura pouco, Pedro passa por um grande turbilhão de acontecimentos, abalando seu psicológico e fazendo com que não veja mais só o lado bom da vida. É quando ele resolve sair em busca de mais conhecimento e entendimento de tudo que vem acontecendo, o que ele não esperava era poder contar com a companhia dos amigos Fit e Mayla e da sua mais nova paixão Cristal, eles então vão visitar sua avó no interior de Goiás, e lá Pedro também descobre um dos maiores segredos da sua vida.
Confesso que em um primeiro momento esse livro me chamou muita atenção pela capa e por tudo que li sobre. Quando comecei a leitura estava bastante empolgada, com as expectativas lá no alto. Mas com o desenrolar da história eu fui desanimando, o livro não me envolvia, fui achando o Pedro chato, mimado, egoísta e se fazendo de vitima. Mas quando eu já não tinha mais esperanças de que as coisas pudessem melhorar eis que o livro tem uma reviravolta incrível. Pude então entender o porque dele ser tão maravilhoso.
“ Aproveite o dia, torne sua vida extraordinária... Lute em grande desigualdade, enfrente inimigos sem temor... Seja um marinheiro do mundo, em viagem por todos os portos... Viva para ser governador da vida, não um escravo... Dance, bata palmas, exalte, grite, pule, rodopie, flutue...”
O meu personagem favorito com toda certeza foi Cristal, ela é uma garota incrível que trás um tchan a mais para o livro, engraçada, de personalidade forte, sabe o que quer, luta pelo que quer, inteligente. Queria ela como minha amiga.
“Quem tem um porquê, enfrenta qualquer como.”
A trama que o Mauricio criou é bem interessante, nos trás um romance bem leve, nos fala sobre assuntos sérios, trás inúmeras referencias maravilhosas ao cinema. Gostei bastante da escrita do autor, ele escreve de forma leve e fácil de ser entendida.
“Não sei onde errei, se fui exigente, negligente, ou se me agarrei na segurança de que ela nunca ia tomar a decisão de ir embora.”
Gostei da leitura, apesar de ter desanimado um pouco durante a leitura, o desfecho do livro é incrível e me tocou de uma forma que eu não imaginava que me tocaria, quando me dei conta estava com lágrimas escorrendo pelos olhos. 

E vocês já conheciam a história, já leram esse livro? O que acharam? Deixe seu comentário.
Beijos

Melhores quotes de Em algum lugar nas estrelas

12 de fevereiro de 2017

Oi pessoal, bom dia! Tudo bem? No final do ano passado li o livro Em algum lugar nas estrelas, e o livro é maravilhoso, nos trás vários ensinamentos e nos deixa completamente envolvido na história, e como não poderia ser diferente eu marquei muitos quotes maravilhosos durante a leitura, e hoje vim trazer para vocês alguns dos que eu mais gostei. 
" Minha mãe era como areia. Do tipo que esquenta na praia quando você sai da água tremendo de frio. Do tipo que gruda no corpo, deixando uma impressão na pele para fazer você se lembrar de onde esteve e de onde veio. Do tipo que você continua achando nos sapatos e nos bolsos muito tempo depois de ter ido embora da praia." 
 "Pi havia passado a vida toda perto do mar e o conhecia bem. Conhecia seus humores e caprichos. Suas marés e cheias. O som das ondas brincalhonas lambendo a areia da praia, e também o das ondas quebrando contra as pedras. O sal e a maresia haviam penetrado cada poro da sua pele. Ele conhecia o mar. Ou pensava que conhecia. Contudo, quando a viagem começou, Pi percebeu que sabia apenas o que o oceano havia permitido que soubesse. O que achava necessário que ele soubesse. Mas agora, agora que o mar o deixava entrar, ele o envolvia com a fúria e a paixão de um mestre. E Pi tinha muito a aprender." 

"Morrer e dormir. Uma pessoa devia poder faze uma coisa sem a outra pegá-la de surpresa."
" Tenho forças para mover montanhas, mas não posso mover o tempo do presente para o passado. Queria poder dizer as palavras que você leu para mim nos livros. Palavras de amor, de pesar e de coisas perdidas. Mas, acima de tudo, queria poder ouvir sua voz suave. Em vez disso, conforto-me com a leitura dos livros que você teria lido para mim. Encho minha cabeça e meu coração com histórias de aventureiros, pensamentos de grandes filósofos e poemas sobre as estrelas. Você me deu um grande presente, este amor pelas palavras, e por isso sou grato e sempre seu." 

" Ligar os pontos. Minha mãe dizia que olhar as estrelas tinha a ver com isso. "Lá em cima é como aqui embaixo, Jackie. Você precisa procurar as coisas que nos conectam. Encontrar os jeitos com que nossos caminhos se cruzam, nossas vidas se interceptam e nossos corações se encontram." 

E esses foram os melhores quotes do livro Em algum lugar nas estrelas, espero que tenham gostado. Deixe nos comentários quais foram os quotes que vocês mais gostaram de ver por aqui. 
Beijos

Resenha - Before

9 de fevereiro de 2017

Oi pessoal! Bom dia tudo bem com vocês? Trouxe a resenha do último livro de umas das séries que eu mais gostei de ler, que foi a série After, e hoje temos a resenha de Before, a história de Hardin antes de Tessa. Vamos lá conhecer um pouco mais sobre Hardin e mais alguns personagens?!
SINOPSE: Antes de Tessa, Hardin era um jovem rude e, às vezes, cruel. O que será que fez com que ele se tornasse esse bad boy tão revoltado? E o que se passava em sua cabeça naqueles primeiros momentos com Tessa, a menina irritantemente certinha de quem ele não conseguia ficar longe? Contado sob o ponto de vista de Hardin e de outros personagens da série, Before acompanha de perto esse complexo e cativante personagem, desde seus problemas de infância até sua turbulenta juventude. O livro traz também passagens inéditas do romance de Tessa e Hardin e revela, ao fim, o futuro desse casal intenso que conquistou o coração de leitores no mundo inteiro.
LIVRO: Before | SÉRIE: After | AUTOR: Anna Todd | ANO: 2016 | EDITORA: Paralela | PÁGINAS: 301 | NOTA: 4/5
E After chegou ao fim...Depois de seis livros com muita sofrência, briga, fogo, declarações, Tessa chorando para lá e Hardin chorando para cá, a série teve seu final. Acompanhar esse casal durante cinco meses foi uma aventura e tanto. O livro Before traz a premissa de entendermos o lado de Hardin na história. Dividido em três partes - ANTES, DURANTE e DEPOIS - conhecemos a história de outros personagens, como a de Melissa, Moly, Steph, Christian e do pequeno Smith - meu capítulo favorito com certeza - junto com o ponto de vista do badboy inglês. Também há alternância do tempo, uma parte do livro é no passado, outra no presente e a última no futuro. A narração é bem ao estilo do personagem, cheia de palavrões e ironizando com tudo. A capacidade dele para tirar sarro de tudo em seus pensamentos e sua falta de paciência me tirou muitas risadas ao longo da leitura. Hardin é um personagem confuso, não acostumado com o convívio social, com uma relação paterna reprimida devido a sua infância sofrida.
"Ele a amava tanto que sentia medo de perdê-la - já que perdê-la seria perder a si mesmo, e ele sabia que não seria capaz de enfrentar tamanha perda depois de passar a vida toda sem nada a perder."
Hardin Scott tinha uma vida rodeada de festas e mulheres, mas se sentia vazio e nem um pouco bem quisto. Ao ver a mais nova caloura Tessa Young no quarto de sua amiga Steph, Hardin assumiu para si um novo desafio: conquistar Tessa, da mesma forma como já havia feito com outras. No começo, ele não suportava a garota, porém ao descobrir que a caloura era virgem ele propõe a Zed uma aposta em dinheiro para quem conseguisse levá-la para cama primeiro. O que começa com uma necessidade de possui-la se desenrola em uma paixão que pega Hardin de surpresa.
Indo além de uma história de amor, a obra de Anna Todd mostra as provações e superações de um casal, que provavelmente não deveria estar junto, mas que fez acontecer. Chorei, ri, fiquei aflita e viciei completamente. O amor não acontece como nos clássicos, não segue uma ordem cronológica de acontecimentos, e nem sempre termina como imaginamos. Esse casal é capaz de transmitir esse tipo de ensinamento melhor do que se pode imaginar. Não sei se tomaria as mesmas decisões que Tessa tomou, ou que suportaria algo do tipo. Vi uma mulher forte nascer e um homem quebrado se reerguer.
"Seja qual for a matéria de que nossas almas são feitas, a minha e a dele são iguais."
E você, o que anda lendo? Já leu a série After, o que achou? Deixe aqui nos comentários e vamos conversar.
Beijos

Resenha - O Pintor de Letreiros

7 de fevereiro de 2017

Oi gente, bom dia! Tudo bem com vocês? Hoje temos a resenha de mais um livro cedido pela nossa parceira Editora Guarda-Chuva, e vim contar um pouquinho mais sobre a história de Raman, um indiano pintor de letreiros que vê sua vida ser transformada de uma hora para a outra de uma forma que nunca havia imaginado. 
SINOPSE: Malgudi é uma efervescente pequena cidade no Sul da Índia, onde se respira a força da cultura tradicional indiana unida ao anseio de integração no mundo moderno e global, um lugar em que palavras como ética, democracia, liberdade sexual e igualdade entre os sexos, individualismo e bem comum não só têm importância e sentido, como não estão necessariamente em conflito com a tradição. Um fio percorre e conecta a vida de uma inteira comunidade - são os letreiros de Raman. Do advogado ao comerciante, do sacerdote ao charlatão, é a escrita que os une. Raman prepara os letreiros no seu ateliê de fundo de quintal, onde vive sozinho com a tia, numa casa à beira do rio. Durante as solitárias leituras vespertinas ou pedalando a bicicleta a serviço dos fregueses e à caça de novos clientes, sua imaginação prevalece e torna incoerentes as convicções e certezas que defende e apregoa, fazendo-o cair em frequentes contradições, que geram situações embaraçosas e hilariantes ao mesmo tempo. Porém este equilíbrio na rotina metódica do pintor de letreiros é rompido com a chegada de uma forasteira. Idealista e determinada, ela contrata os seus serviços e o envolve numa viagem cheia de aventuras pela zona rural. Durante o percurso, Raman realiza uma dupla travessia - a atribulada viagem num carro-de-boi e o mergulho insidioso pelos meandros da paixão carnal e do romantismo.
LIVRO: O pintor de letreiros | AUTOR: R. K. Narayan | ANO: 2011 | EDITORA: Guarda-Chuva | PÁGINAS: 251 | NOTA: 3,5/5 | LIVRO CEDIDO PELA EDITORA

Em O pintor de letreiros iremos conhecer a história de Raman, um homem que mora com sua tia, em uma casinha simples na beira do rio, na cidade de Malgudi localizada no Sul da Índia. Raman é o pintor de letreiros mais conhecido e solicitado da cidade, ele faz os seus letreiros nos fundos de sua casa em seu ateliê. Além de pintar letreiros, Raman gosta muito de ler, pedalar pela cidade a procura de novos clientes e também de jogar conversa fora com seus amigos no restaurante Sanletreiro.
“Todo homem deve viver o presente e saber apreciar sua essência. Todo minuto transforma-se em ontem e é perdido para sempre. “Hoje é o ontem de amanhã.” “
Nada de interessante acontece na vida de Raman, até que ele conhece Daisy uma idealista que tenta conscientizar as famílias da zona rural de Malgudi a terem menos filhos. Ela então contrata os serviços de Raman e o leva para uma viagem pela zona rural, onde ele irá conhecer um pouco mais da região em que mora e onde conhecerá também o poder de uma grande paixão.
Esse foi o meu primeiro contato com o autor R. K. Narayan, não conhecia nada sobre a escrita desse autor e também não havia lido nenhuma resenha sobre o livro. Gostei de conhecer um pouco mais sobre a cultura da Índia através desse livro, saber sobre os costumes, como é a questão das castas (não sei se ainda funciona assim), saber sobre a religiosidade e a fé que eles têm, foi bem bacana, uma leitura bem produtiva. Porém em alguns momentos achei o livro bem entediante, não acontecia nada de interessante sempre à mesma coisa, isso fez com que eu enrolasse um pouco mais para terminar a leitura.  
“ Não espere que eu lhe dê explicações, o tempo todo, de tudo o que eu faço.”
Raman é um personagem muito engraçado, tímido e um tanto atrapalhado, dei muitas risadas com as coisas que ele aprontava. Já Daisy é bastante chata, se acha, é individualista, só pensa nela e nos desejos dela, sem se importar com o que o outro pensa. A tia do Raman é aquela senhorinha que a gente tem vontade de apertar de tão fofinha, religiosa não fica um dia sem comparecer ao templo. O desfecho do livro foi totalmente diferente do que imaginei e isso me e deixou muito feliz e satisfeita, acho que foi um final bacana e mostrou a realidade.
Um dos pontos mais bacana do livro é com certeza o glossário no final do livro, como o autor usou os termos utilizados por eles na Índia, podemos sempre que encontrar uma palavra que não conhecemos consultar o glossário para podermos entender melhor as palavras utilizadas no texto. Mais uma vez a Editora Guarda-Chuva arrasou. A capa do livro é bem bacana e toda a diagramação também.
“Eu não sou feita para o tipo de vida que você quer. Só sei viver sozinha. Não daria certo.”

 Alguém já leu O pintor de Letreiros? O que vocês acharam? Beijos

Lidos do mês - Janeiro

5 de fevereiro de 2017

Boa tarde pessoal, tudo bem com vocês?
Viemos contar para vocês quais foram as nossas leituras no mês de janeiro. Para mim não foi um mês muito produtivo, mesmo estando de férias consegui ler apenas 4 livros, livros curtos e de leitura fácil porém não fluiu muito bem. Mas em compensação fiz leituras incríveis e apaixonantes. Vamos lá?!


Bubble Gum – Lolita Pille
A primeira leitura do ano começou com o pé direito, porém durante o desenrolar da trama o livro foi ficando muito confuso e eu acabei perdendo um pouco o interesse, porém acredito que esse não era o momento de ler esse livro, pretendo em breve dar uma nova chance a história. Se quiser saber mais só ler a resenha aqui. NOTA: 3/5 

Perdão, Leonard Peacock - Matthew Quick
Segundo livro que leio do Matthew e já havia me esquecido o quanto a escrita dele é envolvente, depois de ler tantas resenhas falando super bem sobre esse livro, resolvi conhecer a história de Leonard e meu Deus que livro incrível. Já tem resenha aqui no blog, então clica aqui para ler. NOTA: 5/5

Surpreendente - Mauricio Gomide
Esse foi o meu primeiro contato com a escrita do Mauricio, e confesso que tive uma relação de amor e ódio com o protagonista do livro, em alguns momentos gostei muito do Pedro mas em outros momentos queria bater nele. Mas no geral o livro trás uma história bem bacana e que vale a pena ser lida. Em breve teremos resenha. NOTA: 4/5 

Simon vs. a Agenda Homo Sapiens - Becky Albertalli 
Aiiin quanta fofura tem nesse livro, gostei bastante da história, um livro bem leve, bem gostoso de ser lido, dei altas risadas com as atrapalhadas de Simon, gosto bastante de livros que se passam durante a época escolar. O livro trata de assuntos como homossexualidade, bullying, chantagem e todo o universo adolescente durante a fase do ensino médio. Gostei muito da leitura. NOTA: 4/5


 Agora vamos as leituras da Babi durante o mês de janeiro, foram poucas mas foram leituras bem gostosas. 


Novembro, 9 – Colleen Hoover
Que livro maravilhoso! Mais um para eu me apaixonar e concordar com o talento dessa escritora. A história de Ben e Fallon é simplesmente maravilhosa <3 NOTA 5/5

Princesa de Papel – Erin Watt
O mais novo lançamento da editora Planeta traz uma história quente, cheia de drama e reviravoltas, mas que ao mesmo tempo possui um enredo bem simples. A história não tem lá aquelas tramas e parece muito uma novela mexicana, mas é impossível não se encantar com os Royals. NOTA: 4/5

E vocês o que pretendem ler esse mês de fevereiro, deixe aqui nos comentários para podermos conversar. 
Beijos


TBR de Fevereiro

4 de fevereiro de 2017

Bom dia pessoal, tudo bem? Hoje iremos trazer para vocês quais serão as nossas leituras no mês de fevereiro, bora lá?! 

Para o desafio do projeto Vamos ler clássicos? irei dar início a leitura de Seara Vermelha do Jorge Amado. 

SINOPSE: Seara vermelha (1946) narra a luta dos sertanejos do Nordeste contra a fome e pela dignidade humana. Na primeira parte, o romance descreve a penosa retirada rumo ao sul de uma família de lavradores pobres, expulsos da roça pelo novo latifundiário da região. Na caminhada pela caatinga, comandados pelo patriarca Jerônimo, uns morrem de fome, outros de doença; a irmã de Jerônimo junta-se aos seguidores de um profeta do apocalipse, o jovem Agostinho e sua prima ficam numa fazenda para trabalhar e casar, outra se prostitui. Na segunda metade do livro, conta-se a história dos três filhos de Jerônimo que saíram de casa antes do grande êxodo: Jão vira soldado de polícia, José se torna o temido cangaceiro Zé Trevoada, e Juvêncio engaja-se na luta revolucionária. A ação se desloca do sertão nordestino aos confins da selva amazônica, do Mato Grosso ao Rio de Janeiro e São Paulo. Acontecimentos cruciais da história do país, como a Revolução Constitucionalista de 32, o Levante Comunista de 35, o cangaço e as revoltas místicas são retratados de modo vivo e pulsante. 
Para o desafio do mês de janeiro de Um New Adult por mês irei ler Para Sir Philip, com amor da Julia Quinn (ansiosa para dar continuidade a essa série). 
SINOPSE: Eloise Bridgerton é uma jovem simpática e extrovertida, cuja forma preferida de comunicação sempre foram as cartas, nas quais sua personalidade se torna ainda mais cativante. Quando uma prima distante morre, ela decide escrever para o viúvo e oferecer as condolências. Ao ser surpreendido por um gesto tão amável vindo de uma desconhecida, Sir Phillip resolve retribuir a atenção e responder. Assim, os dois começam uma instigante troca de correspondências. Ele logo descobre que Eloise, além de uma solteirona que nunca encontrou o par perfeito, é uma confidente de rara inteligência. E ela fica sabendo que Sir Phillip é um cavalheiro honrado que quer encontrar uma esposa para ajudá-lo na criação de seus dois filhos órfãos. Após alguns meses, uma das cartas traz uma proposta peculiar: o que Eloise acharia de passar uma temporada com Sir Phillip para os dois se conhecerem melhor e, caso se deem bem, pensarem em se casar? Ela aceita o convite, mas em pouco tempo eles se dão conta de que, ao vivo, não são bem como imaginaram. Ela é voluntariosa e não para de falar, e ele é temperamental e rude, com um comportamento bem diferente dos homens da alta sociedade londrina. Apesar disso, nos raros momentos em que Eloise fecha a boca, Phillip só pensa em beijá-la. E cada vez que ele sorri, o resto do mundo desaparece e ela só quer se jogar em seus braços. Agora os dois precisam descobrir se, mesmo com todas as suas imperfeições, foram feitos um para o outro. 
Para começar a série de Harry Potter irei ler, Harry Potter e a Pedra Filosofal da J.K. Rowlling.
SINOPSE: Conheça Harry, filho de Tiago e Lílian Potter, feiticeiros que foram assassinados por um poderosíssimo bruxo, quando ele ainda era um bebê. Com isso, o menino acaba sendo levado para a casa dos tios que nada tinham a ver com o sobrenatural pelo contrário. Até os 10 anos, Harry foi uma espécie de gata borralheira: maltratado pelos tios, herdava roupas velhas do primo gorducho, tinha óculos remendados e era tratado como um estorvo. No dia de seu aniversário de 11 anos, entretanto, ele parece deslizar por um buraco sem fundo, como o de Alice no país das maravilhas, que o conduz a um mundo mágico. Descobre sua verdadeira história e seu destino: ser um aprendiz de feiticeiro até o dia em que terá que enfrentar a pior força do mal, o homem que assassinou seus pais, o terrível Lorde das Trevas. O menino de olhos verdes, magricela e desengonçado, tão habituado à rejeição, descobre, também, que é um herói no universo dos magos. Potter fica sabendo que é a única pessoa a ter sobrevivido a um ataque do tal bruxo do mal e essa é a causa da marca em forma de raio que ele carrega na testa. Ele não é um garoto qualquer, ele sequer é um feiticeiro qualquer; ele é Harry Potter, símbolo de poder, resistência e um líder natural entre os sobrenaturais. 
As próximas leituras foram sorteio da TBR Jar
Tamanho 42, não é gorda da Meg Cabot
SINOPSE:  Heather Wells está no fundo do poço: perdeu seu namorado, nenhuma gravadora se interessa por suas músicas, ganhou peso e só entra em roupas tamanho 42, o pai está atrás das grades e a mãe fugiu para Buenos Aires com suas economias - e seu agente! Mas, aos poucos, as coisas parecem que vão se ajustar. Ela consegue um novo emprego como inspetora em uma faculdade de Nova York e está feliz com seu novo manequim. Mesmo sem o glamour e glória dos dias de ídolo teen, tudo parece ter melhorado. Ou será que ela está enganada? De uma hora para outra, uma estudante morre misteriosamente no poço do elevador do campus. Os policiais e a diretoria estão prontos para declarar a morte como acidente, mas Heather conhece os adolescentes, e meninas não brincam com elevadores. Ainda que ninguém esteja muito interessado em ouvir suas suposições - mesmo depois que outras estudantes aparecem mortas de maneiras igualmente corriqueiras e sutilmente sinistras -, Heather decide entrar numa enlouquecida caçada para descobrir a verdade. À primeira vista, a vida de detetive pode parecer uma irresistível aventura, com altas doses de adrenalina, mas a realidade é potencialmente perigosa. Alguns riscos podem ser fatais e nada é capaz de irritar mais um assassino do que uma ex-estrela pop corpulenta enfiando o nariz onde não é chamada...
Cidade dos ossos de Cassandra Clare
SINOPSE: Um mundo oculto está prestes a ser revelado... Quando Clary decide ir a Nova York se divertir numa discoteca, nunca poderia imaginar que testemunharia um assassinato - muito menos um assassinato cometido por três adolescentes cobertos por tatuagens enigmáticas e brandindo armas bizarras. Clary sabe que deve chamar a polícia, mas é difícil explicar um assassinato quando o corpo desaparece e os assassinos são invisíveis para todos, menos para ela. Tão surpresa quanto assustada, Clary aceita ouvir o que os jovens têm a dizer... Uma tribo de guerreiros secreta dedicada a libertar a terra de demônios, os Caçadores das Sombras têm uma missão em nosso mundo, e Clary pode já estar mais envolvida na história do que gostaria.
Depois a louca sou eu de Tati Bernardi 
SINOPSE: Em Depois a louca sou eu, Tati Bernardi escreve sobre a ansiedade com um estilo escrachado, ágil, inteligente e confessional. As crises de pânico, a mania de organização, os remédios tarja-preta e os efeitos da ansiedade em sua vida aparecem sob o filtro de uma cabeça fervilhante de pensamentos, mãos trêmulas, falta de ar e, sobretudo, humor. Tati consegue falar de um tema complicado, provocar gargalhadas e ainda manter o pacto de seriedade com o leitor. A capacidade de rir de si mesma confere a tudo isso distância, graça e humanidade. Depois a louca sou eu é a entrada em cena de uma escritora que ombreia com os melhores da nova literatura brasileira. 

A Babi também selecionou algumas leituras bem legais para fevereiro e são elas: 
Para o projeto Vamos ler clássicos? juntamente com a Bárbara irei ler Seara Vermelha do Jorge Amado. 

Em chamas e A esperança de Suzanne Collins
SINOPSE: Em Chamas é o segundo volume da bem-sucedida trilogia iniciada com Jogos Vorazes, mais novo fenômeno da literatura jovem dos últimos tempos, que mistura ficção científica com reality show, passando pela mitologia e pela filosofia com muita ação e aventura. Com mais de quatro milhões de exemplares vendidos apenas nos Estados Unidos, a saga ganhará adaptação para o cinema, com estreia prevista para 23 de março de 2012. A direção do longa está a cargo de Gary Ross (Quero Ser Grande/Seabiscuit) e a protagonista Katniss será interpretada por Jennifer Lawrence, finalista ao Oscar de melhor atriz deste ano por Inverno da Alma. A trilogia manteve-se por 130 semanas consecutivas na prestigiada lista do jornal The New York Times. Depois de ganhar os Jogos Vorazes, competição entre jovens transmitida ao vivo para todos os distritos de Panem, Katniss agora terá que enfrentar a represália da Capital e decidir que caminho tomar quando descobre que suas atitudes nos jogos incitaram rebeliões em alguns distritos. Os jogos completam 75 anos, momento de se realizar o terceiro Massacre Quaternário, uma edição da luta na arena com regras ainda mais duras que acontece a cada 25 anos. Katniss e Peeta, então, se veem diante de uma situação totalmente inesperada e, dessa vez, além de lutar por suas próprias vidas, terão que proteger seus amigos e familiares e, talvez, todo o povo de Panem. Ambientado num futuro sombrio, a série é pioneira de uma tendência que vem ganhando força no mercado de best-sellers juvenis: a dos romances distópicos e pós-apocalípticos. As obras renderam à autora Suzanne Collins lugar na badalada lista de 100 personalidades mais influentes do ano da revista Time. Com narrativa ágil e ousada, os livros da trilogia foram traduzidos para 42 países e vêm atraindo leitores de diversas faixas etárias. Inspirada pelo mito grego de Teseu e o Minotauro e bebendo nas melhores fontes da ficção científica, Suzanne Collins faz uma dura crítica à sociedade atual – ao sensacionalismo, ao desperdício e à violência – e prende a atenção do leitor da primeira à última página com um romance envolvente e perturbador.
SINOPSE: O volume final da trilogia Jogos Vorazes, de Suzanne Collins, é exatamente o livro pelo qual os fãs esperavam: complexo, imaginativo e, ao mesmo tempo, brutal e humano. Depois de sobreviver aos jogos por duas vezes, Katniss Everdeen tentará se encontrar no papel de símbolo de uma revolução, enquanto luta para proteger sua mãe e sua irmã no meio de uma guerra. A série, com mais de quatro milhões de exemplares vendidos apenas nos Estados Unidos, é o mais novo fenômeno da literatura jovem dos últimos tempos, e mistura ficção científica com reality show, passando pela mitologia e pela filosofia com muita ação e aventura. A saga ganhará adaptação para o cinema, com estreia mundial prevista para março de 2012. A direção do longa está a cargo de Gary Ross (Quero Ser Grande/Seabiscuit) e a protagonista Katniss será interpretada por Jennifer Lawrence, finalista ao Oscar de melhor atriz por Inverno da Alma. A trilogia manteve-se por 130 semanas consecutivas na prestigiada lista dos mais vendidos do jornal The New York Times, e também permaneceu no topo do ranking do USA Today e da revista Publisher’s Weekly. Katniss conseguiu sair da arena pela segunda vez, mas, mesmo assim, ainda não está a salvo. A Capital está irritada e quer vingança e, por isso, inicia uma represália a toda a população. Numa trama tão violenta quanto psicológica, Suzanne Collins consegue provocar, em A Esperança, um debate sobre a moral e os valores da guerra e as consequências das escolhas feitas por cada um dos personagens. Ser o símbolo da revolução tem um preço alto para Katniss, que terá que decidir o quanto da sua própria humanidade e sanidade ela poderá arriscar em nome da causa, dos seus amigos e da sua família. É pela voz da protagonista, ainda mais feroz e obstinada, que a autora desafia o leitor a refletir em meio a cenas cruéis de combate. Tudo isso numa narrativa brilhante, com viradas surpreendentes que levam a um desfecho chocante e original. Ambientado num futuro sombrio, a saga Jogos Vorazes é pioneira de uma tendência que ganhou força no mercado de best-sellers juvenis: a dos romances distópicos e pós-apocalípticos. As obras renderam à autora Suzanne Collins lugar na badalada lista de 100 personalidades mais influentes do ano da revista Time em 2010. Com narrativa ágil e ousada, os livros da trilogia foram traduzidos para 44 países e vêm atraindo leitores de diversas faixas etárias. 
O que há de estranho em mim de Gayle Forman
SINOPSE: Ao internar a filha numa clínica, o pai de Brit acredita que está ajudando a menina, mas a verdade é que o lugar só lhe faz mal. Aos 16 anos, ela se vê diante de um duvidoso método de terapia, que inclui xingar as outras jovens e dedurar as infrações alheias para ganhar a liberdade. Sem saber em quem confiar e determinada a não cooperar com os conselheiros, Brit se isola. Mas não fica sozinha por muito tempo. Logo outras garotas se unem a ela na resistência àquele modo de vida hostil. V, Bebe, Martha e Cassie se tornam seu oásis em meio ao deserto de opressão. Juntas, as cinco amigas vão em busca de uma forma de desafiar o sistema, mostrar ao mundo que não têm nada de desajustadas e dar fim ao suplício de viver numa instituição que as enlouquece. 
Confess - Colleen Hoover

SINOPSE: Auburn Reed tem toda a sua vida traçada. Seus objetivos são à vista e não há espaço para erros. Mas quando ela entra em um estúdio de arte em Dallas em busca de um emprego, ela não esperava desenvolver uma profunda atração para o artista enigmático que trabalha lá, Owen Gentry.Pela primeira vez, Auburn assume um risco e coloca seu coração no controle, apenas para descobrir que Owen está guardando grandes segredos. A magnitude de seu passado ameaça destruir tudo que é importante para Auburn, e a única maneira de colocar sua vida de volta nos trilhos é cortar Owen fora dela. A última coisa Owen quer é perder Auburn, mas ele não consegue convencê-la de que a verdade às vezes é tão subjetiva quanto a arte. Tudo o que ele teria de fazer para salvar seu relacionamento é confessar. Mas, neste caso, a confissão poderia ser muito mais destrutiva do que o pecado em si.

Essas serão as nossas leituras e vocês o que irão ler esse mês? Boa leitura a todos nós, beijos

[RESULTADO] Top comentarista janeiro e Top comentarista fevereiro

2 de fevereiro de 2017


Bom dia pessoal, tudo bem? E hoje temos o resultado do TOP Comentaristas de Janeiro. Novamente foram 7 participações, alguns não concluíram até o final e alguns não cumpriram todas as regras =/ por isso o sorteio será apenas entre 4 pessoas. Pessoal não se esqueçam de cumprir as regras para poderem participar do sorteio. Mas chega de enrolação e vamos ao sorteio. 
 
E a ganhadora do Top Comentarista do mês de dezembro foi SUZANA CARIRI. Parabéns, entrarei em contato com você por e-mail para que possamos combinar o envio do livro. 

E agora vamos ao prêmio do TOP Comentarista de Fevereiro. O livro da vez será o Morte invisível, vamos as regras. 
  • Comentar em TODAS as postagens no período de 03/01 á 31/01 (as postagens acontecem nas terças, quintas e domingos, então está super fácil de participar já que não temos postagens todos os dias). 
  • Será contabilizado SOMENTE UM comentário por post. 
  • Seguir o blog publicamente.
  • Fazer comentários que dizem respeito a postagem. Comentários como: GOSTEI! QUE POST BACANA! LEGAL! não serão aceitos. 
  • Ter endereço de entrega no Brasil. 
  • Se inscrever pelo formulário, clicando aqui.
Então é isso pessoal! Obrigada a todos que participaram, e vamo que vamo que temos mais um mês pela frente :D
Beijos