nome blog

Resenha - Lua de Larvas

3 de novembro de 2016

Bom dia pessoal, tudo bem? Hoje trago para vocês a resenha de Lua de Larvas, que vai nos contar sobre Standish uma criança que vive em meio a Guerra e que em meio a tanta devastação, encontra o verdadeiro significado da amizade verdadeira. Um livro incrível, que vale a pena conferir. Vamos lá conhecer um pouquinho mais sobre a sua história?? 
SINOPSE: Standish Treadwell é um jovem disléxico que vê o mundo de maneira diferente da maioria. Graças a essa visão, ele percebe que o mundo lá de fora não tem que ser necessariamente cinzento e opressor. Quando seu melhor amigo, Hector, é de repente levado embora, Standish percebe que cabe a ele, a seu avô e a um pequeno grupo de rebeldes enfrentar e derrotar a opressão permanente das forças da Terra Mãe. Com o pano de fundo de um regime implacável, disposto a tudo para vencer seus rivais na corrida para chegar à Lua. Este impressionante Lua de Larvas é o novo livro da premiada autora Sally Gardner.




LIVRO: Lua de Larvas | AUTOR: Sally Gardner | ANO: 2014 | EDITORA: WMF Martins Fontes | PÁGINAS: 298 | NOTA: 4/5 


Standish Treadwell é um menino com heterocromia (um olho de cada cor), vive em um mundo chamado Terra-Mãe com o seu avô, depois do desaparecimento dos pais. Estuda em uma escola repressora, assim como o mundo onde vive. Para Standish é comum apanhar de alguns meninos na escola durante o intervalo, ele também é considerado um aluno ruim por não conseguir acompanhar o aprendizado da turma, vale ressaltar que ele também tem dislexia.


O mundo de Standish ganha um pouco mais de sentido, quando Hector e sua família mudam-se para a casa ao lado. Os dois se tornam melhores amigos, dividem alegrias e tristezas e até o sonho de irem embora para o planeta Júniper (um planeta que os dois inventaram).

Porém em uma manhã quando Standish desce para o café da manhã, encontra seu avô desolado, Hector e sua família haviam sido levados pelo governo. Ele se revolta com a situação e decide que é hora de dar um basta nisso, e resolve ir em busca do amigo e dos pais.

Não se engane com Lua de Larvas, é um livro com a capa linda, um narrador encantador, uma leitura bem leve e fluída, porém com questões bem pesadas e traiçoeiras.
“ É que os “ e se “ são infinitos como as estrelas. “  
A história trás nas entrelinhas uma semelhança muito grande com a Segunda Guerra Mundial, de uma forma bem sutil e aos olhos de uma criança, que acredita que apesar de toda a destruição que vê quando abre a porta de casa, ainda há esperanças de ver um mundo todo colorido.
“ Ainda tenho aquele grito dentro de mim. “
Standish, acredita que tudo é possível e por conta disso, decide lutar pelo seu amigo e sua família. Ele nos ensina o verdadeiro valor da amizade, nos ensina a lutar pelo que acreditamos. E a cada novo capítulo ele tem uma coisa nova a nos ensinar.
“ Não parava de brotar dor da ferida, por mais que fossem usados curativos de “vai dar tudo certo”.
Além da história linda, o livro me conquistou por ter capítulos curtos, e dá para ler em um dia. Em quase todas as páginas temos alguns desenhos que são relacionados à história. UMA GRAÇA!  A escrita da autora é incrível, muito simples e bem envolvente. Vale lembrar que assim como o Standish a autora também é disléxica. Livro recomendadíssimo.
“ Coleciono palavras – elas são doces na boca do som. “
E ai gostou da resenha? Já conhecia o livro? Vamos conversar sobre esse livro lindo. Deixe seu comentário. Beijos


22 comentários:

  1. Gostei bastante da ideia do livro, isso porque ele trata de fatos históricos de uma forma diferente. Fico imaginando o drama de uma criança que vive em meio a guerra, deve ser bastante difícil. Não conhecia o livro, mas adorei ver a sua resenha.
    Um abraço!

    http://paragrafosetravessoes.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Duda se tive oportunidade leia, é uma história incrível <3

      Beijos

      Excluir
  2. baita resenha! quero muito ler esse livro, está na minha wishlist haha a história parece ser mais do que bonita <3
    :**

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada <3 sim é uma história linda! Vale muito a pena a leitura.
      Beijos

      Excluir
  3. Não conhecia o livro, infelizmente nunca ouvi falar sobre ele, achei a capa encantadora, as ilustrações e as frases de efeito que você disponibilizou, tudo isso serviu para aumentar minha curiosidade acerca da obra. Sem dúvidas, a sinopse e o título já mostra um pouquinho do quão pesado o livro pode ser.

    Obrigada por compartilhar ele conosco <3

    Beijos, Blog com V.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Essa acho que é uma das capas mais lindas que tenho na minha estante, acho ela muito linda! Fico feliz que tenha gostado ;)

      Beijos

      Excluir
  4. Realmente pela capa e título não me animaria a ler e apesar da resenha o que me conquistou foram os quotes S2 simplesmente lindos, espero ler em breve. Apesar de detestar este cenário de guerra, na resenha ele não me incomodou tanto.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Dê uma chance Thaynara, pois é uma história incrível. Acredito que você não irá se arrepender <3
      Beijos

      Excluir
  5. Oi!

    Achei a capa bem diferente e gostei dela, mas nunca julgaria que dentro seria narrado tantos conflitos pela visão de uma criança. Não conhecia a obra mas achei interessante mostrar um momento tão tenso pela perspectiva de uma criança e por isso gostaria de tirar minhas conclusões da leitura.

    Beijos,
    Andy - http://www.starbooks.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Exatamente isso Andy, apesar de saber sobre o que se tratava a leitura, nunca imaginei que seria tão intensa a leitura. Depois me conte o que achou do livor ;)

      Beijos

      Excluir
  6. Não conhecia o livro ainda e confesso que fiquei bem curiosa depois do que li aqui.
    Parece ser uma história muito boa e emocionante.
    Pude ver que a leitura fluiu rápido e bem, gosto de livros assim.
    Gostei bastante da capa também, conseguiu retratar muito bem a história.
    Espero conhecer a obra em breve.
    Beijos,
    Caroline Garcia

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim Carol, por ter capítulos curtos a leitura flui rapidamente e quando você se dá conta chegou a última página do livro <3

      Beijos

      Excluir
  7. Nossa, que legal! Gostei de saber que a autora do livro tem dislexia e que resolveu escrever sobre como ela entende o mundo. Deve ser ótimo encontrar essa representatividade em um livro!
    Você comentou que o livro parece fazer referência à Segunda Guerra, e quando li o primeiro parágrafo da sua resenha, foi a primeira coisa que pensei. Relamente, pelo que você falou, é bem parecido

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Achei incrível a autora representar no personagem a doença que ela possui.
      Beijos

      Excluir
  8. Olá.
    Não conhecia o livro, mas achei a premissa muito interessante. Um tema forte e reflexivo. Amei os quotes, já deu para perceber a intensidade da leitura.
    Resenha perfeita! Beijos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada Márcia, e sim é um tema bastante pesado, mas a autora conseguiu retratar com uma leveza ímpar ;)

      Beijos

      Excluir
  9. Oi, Bárbara!
    Eu deixei de pegar esse livro como troca quando ganhei de presente um livro que já tinha, e hoje me arrependo. Não é a primeira resenha que leio dele e ele me lembra muito Extraordinário, um livro que li e amei muito. Auggie e Standish parecem ter em comum essa fé nas pessoas, além de modos de narrar bem leves, e eu acho isso adorável.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Aiiiin não acredito Lu, realmente é um livro maravilhoso, e sim os protagonistas tem essa qualidade em comum, a fé nas pessoas ;)

      Beijos

      Excluir
  10. Gostei bastante da trama do livro.
    Acho que a narrativa pelo ponto de vista do Standish deve deixar a leitura mais leve, mesmo tratando de assuntos pesados, como a guerra. Deve lembrar um pouco O menino do pijama listrado, que eu amei.
    Já coloquei Lua de Larvas na minha lista de desejados.

    ResponderExcluir
  11. Que legal esse livro!
    Primeiro de tudo: OLHA ESSA CAPA!
    Que linda!
    Okk!
    Segundo: esse deve ser um livro bem inspirador sobre amizade!
    E o fato do personagem ter dislexia deve ser bem mas marcante!
    Confesso que fiquei curiosa!
    Beijossssss

    ResponderExcluir
  12. Oi, tudo bem?
    Gostei da resenha, ainda não conhecia o livro e confesso que pela capa eu não imaginava que ele trata de algumas questões pesadas, fiquei curiosa para ler e gosto de livros que possuem essa questão da amizade bem forte.
    Beijos *-*

    ResponderExcluir
  13. Confesso que sou mega suspeita de falar algo deste livro, porque foi uma das mais agradáveis descobertas em termos de leitura que tive. Achei a construção de algo que ocorreu de verdade numa perspectiva linda e emocionante pelos olhos do menino "impuro". Pena que você não falou mais da obra porque achei de uma beleza tão profunda que ficaria horas falando sobre ele

    ResponderExcluir