nome blog

Resenha - A lista negra

6 de outubro de 2016

Olá, bom dia! Tudo bem com vocês? Hoje temos mais uma resenha, dessa vez é sobre o livro A lista negra, que trata de temas como bullying, suicídio e assassinato. Um livro um pouco pesado mas com uma mensagem bem bacana. Então vamos a resenha? 

SINOPSE: E se você desejasse a morte de uma pessoa e isso acontecesse? E se o assassino fosse alguém que você ama? O namorado de Valerie Leftman, Nick Levil, abriu fogo contra vários alunos na cantina da escola em que estudavam. Atingida ao tentar detê-lo, Valerie também acaba salvando a vida de uma colega que a maltratava, mas é responsabilizada pela tragédia por causa da lista que ajudou a criar. A lista com o nome dos estudantes que praticavam bullying contra os dois. A lista que ele usou para escolher seus alvos. Agora, ainda se recuperando do ferimento e do trauma, Val é forçada a enfrentar uma dura realidade ao voltar para a escola para terminar o Ensino Médio. Assombrada pela lembrança do namorado, que ainda ama, passando por problemas de relacionamento com a família, com os ex-amigos e a garota a quem salvou, Val deve enfrentar seus fantasmas e encontrar seu papel nessa história em que todos são, ao mesmo tempo, responsáveis e vítimas. A lista negra, de Jennifer Brown, é um romance instigante, que toca o leitor; leitura obrigatória, profunda e comovente
LIVRO: A lista negra | AUTOR: Jennifer Brown | ANO: 2015 | EDITORA: Gutenberg | PÁGINAS: 272 | NOTA: 4/5


Valerie e Nick são namorados ha três anos, eles são adolescentes e estão no ensino médio. Os dois sempre sofreram com as zoações e apelidos que os colegas da escola colocavam neles.
“ – E dai? Quem liga para o que eles esperam? O quê você espera de você? É isso que importa. “  
Eles tinham um caderno de capa dura vermelha onde faziam uma lista com o nome de todas as pessoas que os faziam passar por aquela situação, aquele era o caderno da lista negra.
“ – O tempo nunca acaba – sussurrou, sem olhar para mim, mas mirando minha tela. – Como sempre há tempo para dor, também sempre há tempo para cura. É claro que há. “
Nick e Valerie sempre falavam em suicídio e em matar todos os que estavam na lista negra, mas Valerie nunca acreditou realmente no que dizia, já Nick! No dia 2 de maio de 2008, Nick Levil atirou contra os alunos do Colégio Garvin, seus colegas de escola, atirando também em sua namorada Valerie e suicidando logo após.


Esse foi o primeiro livro que li de Jennifer Bronw e me surpreendi com toda a trama que envolve o livro.
“ Parecia ser trabalho demais limpar toda a minha tristeza. “  
No começo sentia muita raiva de Valerie, achando que ela estava se fazendo de vitima de toda a tragédia que de certa forma ajudou a alimentar. Ela é muito mimada, faz  tudo para chamar a atenção, e acha que o mundo gira em torno dela.
 “ Não tinha respostas para as minhas próprias perguntas. Então como poderia responder às deles? “
Os pais de Valerie são relapsos em relação á filha, não dão importância para as coisas que ela fala, e ela tenta de todas as formas chamar a atenção. E depois que o desastre acontece, um fica jogando a culpa no outro.
“ – Um é meu número favorito – sorriu Bea – Em inglês, a palavra “um” tem o mesmo som do passado de “vencer” e podemos todos dizer no final do dia que vencemos de novo, não podemos? Em alguns dias, chegar ao fim do dia é uma grande vitória. “
Achei que a autora podia ter aprofundado mais a questão do porque dos nomes na lista negra, alguns pontos ficaram bem vagos.
“ – Não! As pessoas más são aquelas que não dão uma segunda chance a você. “  
Mas o desenrolar da história é bacana, Valerie cresce durante o livro e entende que nem todo mundo a odeia. O bacana desse livro é que ele não trata do clichê, ele é sobre as consequências do bullying na vida das pessoas. Uma piadinha, uma risada pela piada de mau gosto podem afetar as pessoas. 
Indiretamente você pode estar praticando o bullying.
” Às vezes, mesmo as coisas que você espera que vão acontecer podem magoar. “ 
E você já leu A lista negra? O que achou? Deixe seu comentário e vamos conversar
Beijos

6 comentários:

  1. Eu simplesmente amo esse livro, a escrita da Jennifer, a história, a mensagem que ele carrega, os personagens etc. Não tenho a mesma concepção sobre você dos espaços vagos porque acho que isso faz parte de uma interpretação do leitor, mas adorei sua resenha!
    http://simplyradioactive.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Barbara eu nunca li esse livro mas achei a história dele bem legal mas infelismente eu não vou ler . porque achei muito forte para a minha idade mas, mas quando eu crescer mais um pouco eu vou ler sim!! Tchau e ate a próxima resenha!!!😘😘

    ResponderExcluir
  3. Adorei a resenha, fiquei com vontade de ler. É bem diferente do que estou acostumada a ler, mas é um livro.com temas atuais. Já ouvi falar que a autora é muito boa.

    Beijos
    www.caroldoria.com

    ResponderExcluir
  4. Livro muito interessante, não vejo a hora de ler. Adorei a sua resenha!

    ResponderExcluir
  5. Nossa um tema bem interessante e delicado, gostei muito! Adorei a resenha.

    ResponderExcluir
  6. Adorei sua resenha. Os temas abordados são bem interessantes e profundos, achei de extrema importância <3

    ResponderExcluir