nome blog

Você conhece o Setembro Amarelo? Não?! Então vem que vamos lhe apresentar

4 de setembro de 2016

Você já deve ter ouvido falar sobre o Movimento Outubro Rosa, que fala sobre a Campanha de Prevenção ao Câncer de Mama, e o Movimento Novembro Azul, sobre a Campanha de Prevenção ao Câncer de Próstata. E o Movimento Setembro Amarelo? Já ouviu falar? Conhece essa campanha que fala sobre Suicídio? Suicídio é o segundo maior índice de morte no país. Vem conhecer uma pouco mais sobre esse movimento com a gente. 
O Setembro Amarelo foi criado em 2014, afim de conscientizar a sociedade sobre a prevenção do suicídio, alertando a população, sobre a realidade dos casos no Brasil e no mundo, e também suas formas de prevenção. No dia 10 de setembro se comemora o Dia Mundial da Prevenção ao Suicídio. Em 2015 alguns monumentos como Cristo Redentor (RJ) e Congresso Nacional (DF) se destacaram, com a iluminação amarela, aderindo e incentivando a campanha. 


Estatísticas: Segundo os números oficiais, atualmente cerca de 32 brasileiros são mortos por dia, uma taxa que supera o números de mortos pelo câncer e pela AIDS. De acordo com Organização Mundial de Saúde (OMS), 9 em cada 10 casos poderiam ser prevenidos. 
O intuito da campanha é a conscientização, buscar formas de ajudar, esclarecer, estimular a prevenção e quebrar tabus falando sobre o assunto. 

Dados retirados do site SETEMBRO AMARELO 

Durante o mês de setembro todo domingo teremos uma postagem relacionada ao tema. Acessando o site do Setembro Amarelo você encontra várias informações sobre o movimento, atividades que acontecerão durante o mês de setembro. Nos ajude a divulgar essa ideia.

27 comentários:

  1. Eu não sabia disto! Muito bacana.
    É muito triste ver essas estatísticas confirmadas tão de perto. Duas pessoas próximas à mim partiram dessa forma, uma vizinha e uma colega de escola. =/
    Realmente é preciso falar sobre o assunto, todos nós temos um valor imenso no mundo, todos precisam ser cuidados. Vou acompanhar as postagens.
    Um abraço, Babi.
    http://ddcifrando.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Deisoca! Pois é, eu assustei quando vi as estatísticas, infelizmente é uma realidade bem cruel, e nós nem sempre nos damos conta disso né? =/

      Acompanha sim <3
      Beijos

      Excluir
  2. Olá, tudo bom?
    Fiquei sabendo do Setembro Amarelo faz pouco tempo. Suicídio é um tema muito retratado atualmente e o melhor jeito de isso acabar e falando! Onde moro, já tiveram várias notícias sobre isso e também leio alguns livros sobre esse assunto.

    Xoxo
    semitributo.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Livia! Sim esse tema é bem recorrente, mas infelizmente as estatísticas nos mostram que ainda temos muito o que melhorar. Também não conhecia, fiquei conhecendo semana passada.

      Beijos

      Excluir
  3. Eu estava vendo alguns posts pela Internet falando sobre esse assunto do suicidio, mas eu não sabia do que se tratava.
    Primeira vez que fiquei sabendo desse movimento.
    É um tema bem sensível de toda a sociedade.
    Irei fazer algum post em relação a isso e pretendo acompanhar vocês aqui no blog

    Beijos

    Meu mundinho quase perfeito

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ai que legal! A intenção era essa mesmo, fazer com as pessoas falem sobre e que possam abraçar a causa. Obrigada e se postar me mande o link ;)

      Beijos

      Excluir
  4. Eu conheci o setembro amarelo pelo facebook, nas páginas feministas. E depois disso muitas outras pessoas indicando lugares pra fazer terapia gratuita em algumas cidades e outras até se oferecendo pra conversar sem pedir nada em troca. Todas as iniciativas pra ajudar o próximo são válidas. E muito boa a tua iniciativa de apresentar o setembro amarelo para quem ainda não conhece.

    Beijos
    Mundo de Nati

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Acho que toda forma de ajuda é válida, eu não tenho conhecimento mais específico sobre o tema (leia-se faculdade de psico), mas acho que temos que ajudar de alguma forma ;)

      Beijos

      Excluir
  5. Eu comecei a ouvir falar do setembro amarelo só esse ano. Achei muito bom seu post e a iniciativa de abordar esse assunto super importante e que muita gente não leva a sério!
    Beijos
    http://blogprimeirospassos.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom que gostou Pry! Quando vi esse movimento soube que tinha que ajudar de alguma forma, e essa foi a forma que achei ;) Obrigada

      Beijos

      Excluir
  6. Já tinha ouvido falar do Setembro Amarelo, mas nunca soube o assunto que o movimento abordava. Muito legal, este é um assunto muito importante que deve ter uma maior visibilidade. Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu não conhecia até o final do mês passado, e acho que tem que se falar bastante sobre o assunto. Beijos

      Excluir
  7. Eu não conhecia o movimento, até ver várias pessoas no meu Facebook compartilhando textos e imagens sobre isso nos últimos dias, e quero dizer que você está de parabéns por ter decidido abordar esse assunto no seu blog.
    Meu irmão cometeu suicídio quanto eu tinha 10 anos (9 anos atrás), foi uma tragédia para a família. O pior passou, mas não deixa de doer. E para mim, é mais difícil, porque nos últimos meses fiquei emocionalmente instável devido a vários fatores que não vêm ao caso agora. Mas de vez em quando eu penso em fazer como ele, e me assusto com isso. E devido aos meus problemas, passei a consultar uma psicóloga. Ela não diagnosticou nenhuma doença, apenas percebeu que eu tenho dificuldades de acreditar em mim mesma e de lidar com cobranças. Mas de vez em quando eu tenho crises de choro, nas horas mais impróprias, e é horrível perceber a falta de sensibilidade e a crueldade das pessoas com quem passa por um momento difícil. Gente que não sabe NADA sobre o que é estar passando por um problema emocional vem querendo dar lição de moral, dizendo que é "frescura" e "falta de Deus", e ridicularizando a pessoa que sofre. Ao invés de ajudar, só atrapalham ainda mais. Depois de passar por uma situação assim, eu decidi abraçar essa causa, de tentar mostrar para as pessoas que doenças psicológicas/problemas emocionais precisam ser tratados com atenção e de forma humanitária. E tudo o que eu queria era que ninguém tivesse que ouvir as coisas que eu ouvi, porque me senti como se não fosse nada...
    Peço desculpas pelo desabafo tão longo, mas eu queria mostrar o quanto essa causa é importante pra mim. Espero que com os seus posts sobre esse assunto, você consiga plantar mais algumas pequenas sementes de empatia na mente e no coração das pessoas. Se soubéssemos nos colocar no lugar dos outros, existiria muito menos sofrimento no mundo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá tudo bem? Eu imagino o quanto isso as vezes é complicado porque minha mãe já teve depressão. Eu sei o quanto a sociedade não leva a depressão a sério, e que muitas pessoas ainda tem a visão errada sobre a doença, muitos acham que é frescura, que tá fazendo graça, querendo chamar a atenção, mas quase nunca estão dispostos a ouvir o que realmente se passa com a pessoa. Fiquei bastante feliz com o seu comentário, e espero que você consiga se encontrar. Se precisar conversar estou a disposição, pode me chamar no bate papo do face e abrir o coração <3
      Beijos

      Excluir
  8. Ótima iniciativa abordar esse assunto! É muito importante que as pessoas aprendam a ser mais sensíveis... Adorei o blog e o layout. <3

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A nossa intenção é mostrar a todos o quanto esse tema é importante e precisa ser discutido.
      Obrigada, beijos

      Excluir
  9. Até alguns dias atrás não fazia ideia do que era esse movimento. Vi através do Facebook muitas postagens compartilhadas sobre o assunto. Fiquei impressionada com as estatísticas. Não tinha ideia que era de tamanha proporção como as que foram apresentadas. Eu convivi de perto (infelizmente) com dois casos de suicídio, que na época, por ser muito nova, não conseguia enxergar a gravidade do assunto. Acredito que essa possa ser uma campanha que venha a ajudar bastante, principalmente as pessoas que lidam de perto com pessoas propensas a tal atitude. Às vezes saber reconhecer a tempo de ajudá-las. Que todos possamos ser mais sensíveis a questão.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. As estatísticas também me impressionaram demais, nunca imaginei que era tantos casos assim =/ também acho que essa campanha vai poder ajudar muita gente, e espero que ela ajude mesmo.
      Beijos

      Excluir
  10. Parabéns parabéns parabéns por falar do assunto! ♥

    ResponderExcluir
  11. Esse ano foi a primeira vez que ouvi falar em Setembro amarelo. Até então só conhecia o Outubro rosa e Novembro azul. Acho importante falar sobre depressão e suicídio e quem sabe assim diminuir os índices.

    www.profanofeminino.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu também conheci esse ano, não sabia desse movimento, achei bem bacana. É um ponto bem sensível que devemos abordar sim

      Beijos

      Excluir
  12. Estou acompanhando muito a campanha pelo Facebook. Achei muito bacana a iniciativa. É sempre valido e nunca é demais promover a conscientização da população. Mas o tema é polêmico e confesso não ter um lado, porque cada caso é um caso, cada situação é uma situação.

    Blog Mais Feminice | FãPage | Canal do Youtube | Instagram

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É bem delicado o tema sim, as vezes achamos que estamos ajudando e na verdade estamos atrapalhando =/ mas tomara que essa campanha alcance o máximo de pessoas possíveis. Beijos

      Excluir
  13. Conheci esse ano através do facebook e achei super legal! Existem muitas pessoas que precisam da nossa ajuda e acho legal conscientizar a população disso. Mostrar que muitas vezes uma pessoa está mal e nós achamos que é "fase", "mimimi", mas ela pode estar passando por sérios problemas e precisando de ajuda!
    Cheiro de Pipoca

    ResponderExcluir
  14. Eu fiquei sabendo esse ano sobre o Setembro amarelo, acho muito importante que as pessoas falem sobre o tema e que também entendam um pouco mais sobre isso. A gente ta acostumado a achar que isso é bobagem e muita gente não leva a sério... Achei bem legal sua iniciativa de falar sobre isso no seu blog, parabéns

    Bjs da Carol do Pink is not Rose

    ResponderExcluir
  15. A melhor forma de entender e fazer algo que realmente seja importante, é começar falando sobre o assunto. Ainda hoje, é sempre um misto de segredo e medo para que se toque no assunto, mas é justamente falar, conversar, dialogar, que podemos entender até onde podemos e de que forma podemos ajudar, além de entendermos melhor o que representa o suicídio, pois comumente apenas há julgamento e busca por culpados. Mas nada disso importa se não oferta cuidado às pessoas.
    VAMOS FALAR SOBRE SUICÍDIO SIM!

    ResponderExcluir