nome blog

Resenha - A sereia

28 de julho de 2016



SINOPSE: " Anos atrás, Kahlen foi salva de um naufrágio pela própria Água. Para pagar sua dívida, a garota se tornou uma sereia e, durante cem anos, precisa usar sua voz para atrair as pessoas para se afogarem no mar. Kahlen está decidida a cumprir sua sentença à risca, até que ela conhece Akinli. Lindo, carinhoso e gentil, o garoto é tudo o que Kahlen sempre sonhou. Apesar de não poderem conversar pois a voz da sereia é fatal , logo surge uma conexão intensa entre os dois. É contra as regras se apaixonar por um humano, e se a Água descobrir, Kahlen será obrigada a abandonar Akinli para sempre. Mas pela primeira vez em muitos anos de obediência, ela está determinada a seguir seu coração. "






LIVRO: A Sereia | AUTORA: Kiera Cass | EDITORA: Seguinte | PÁGINAS: 320 | NOTA: 4/5 

Mais um livro da deusa dos lacres Kiera Cass! De novo Kiera veio com toda sua imaginação fértil, escrita envolvente e uma história cativante.

"Depois de conversar com a Água, não sabia se era possível. Talvez eu tivesse que existir numa tristeza constante. Ela me disse para viver... Não sabia como dizer a Ela que estar viva não era o mesmo que viver."

A Sereia foi o primeiro livro escrito pela autora, bem antes dos livros de A Seleção. E mesmo que tenha sido um livro de antes dela se consolidar como autora bestseller, Kiera provou seu talento para literatura trazendo um livro com sua marca registrada. Bem no estilo conto de fadas ultrarromântico, em "A Sereia" temos a história de Kahlen, uma garota que fez um acordo com a entidade chamada Água, a qual ela deve 100 anos de serviços. Kahlen virou uma sereia, sua voz é letal aos humanos, ela nunca morre, nem fica doente, não envelhece, sua beleza é hipnotizante e por causa do acordo, de tempos em tempos ela canta e atrai pessoas para se jogarem no mar. Ela é disciplinada com seus deveres, por mais que não goste do que eles envolvam. 

Acostumada a se mudar sempre com as outras duas irmãs-sereias, Kahlen acha que a Califórnia será apenas mais um lugar passageiro, tentando se misturar a multidão, lendo e sonhando em uma biblioteca. Algo além de sua aparência exuberante e hipnótica desperta o interesse de Akinli. Por mais que ela seja "muda" e sua comunicação só seja possibilitada por gestos e escrita, Akinli deseja saber mais sobre ela. Kahlen sabe desde o começo que não pode deixar isso acontecer, que na pior das hipóteses ela falaria e ele se jogaria no mar. Mas razão nenhuma impediria o coração dos dois de se destinarem um ao outro. 
" Perdi meu coração para ele completa e instantaneamente. Akinli não sabia direito o que havia de errado comigo, e mesmo assim queria que eu ficasse. Ele não sabia o perigo que eu corria, mas estava pronto para enfrentá-lo por mim. E quem eu era? Ninguém, na verdade. Só uma garota. Mas aos olhos dele... Eu parecia muito mais que isso. " 
No começo do livro eu pensei: OK, isso é meio louco. A Água é um ser? E um ser que fala e que possui sentimentos. A personagem principal sofre muito com seus sentimentos. Por não se lembrar do seu passado, a Água e suas irmãs viram sua única família e ela destina todo seu amor a elas, entretanto com a chegada do jovem em sua vida, ela vê uma possibilidade de ter tudo o que sonhou, um amor, ser feliz e se casar. A carga de drama do livro é maior do que os outros da Kiera. Nada nos últimos 80 anos foi fácil para Kahlen e encontrar seu grande amor e não poder vivê-lo se torna a pior coisa de sua vida. 

ENTENDA O MUNDO CRIADO PELA AUTORA


Após terminar essa leitura eu me vi encantada pelo mundo criado pela autora, completamente incrível e místico. É o grande ponto positivo de todo o livro, na minha opinião. Me peguei sonhando em ver essas meninas e seus vestidos de sal produzido nas cores da água (roxo, azul, turquesa) - pasmem, deve ser a coisa mais linda do mundo. E com uma capa como essa extremamente convidativa não era de menos! A foto na capa foi tirada na Bahia, na Praia do Espelho, sabia? Essa edição publicada com a Seguinte conta ainda com uma carta cheia de amor exclusiva aos fãs brasileiros <3

Em uma pesquisa rápida na internet, descobri alguns fatos sobre a escolha do cenário dos seres míticos do mar. No livro, essas sereias em específico não tem cauda, algo que gerou descontentamento de alguns fãs. Existe uma explicação. O título em inglês é "The Siren", e o mais próximo dessa palavra em sua tradução para o português é Sereia. Porém a Siren não é exatamente uma sereia, é uma criatura metade pássaro, metade mulher. Durante o livro, a protagonista menciona que em algumas lendas os humanos acreditavam que elas eram metade pássaro e metade humanas, o que era burrice. Uma explicação totalmente plausível para a escolha da escritora.

Além disso, a relação entre a irmandade das sereias e a entidade Água não é de devoção ou nem mesmo de ódio pelo que ela as obriga a fazer. É de amor, gratidão e prazer. Elas são garotas amorosas e com diversas aspirações, que amam a Água como uma mãezona. Ela depende dessas meninas para sobreviver, pois é do canto delas que vem o encanto, mas ela também as ama. Cada uma é vista com uma individualidade e um propósito pela Água.

" Sempre há espaço para o amor - Palma balbuciou - Nem que seja uma frestinha" 
Na minha opinião o livro é bom, leve e bem água com açúcar. É algo que recomendo para passar o tempo com uma leitura rápida. Definitivamente, não é o melhor da Kiera,sua lição de moral é muito fraca e clichê, diferente da outra série da escritora, e por ser um livro de volume único tem uma pegada diferente na escrita e no rumo da história. Poderia chamá-lo de "um conto de fadas encantado para o século XXI", sem problemas.

8 comentários:

  1. Olá!
    Estou embarcando agora nos livros da Kiera Cass, mas já estou apaixonada! Estou lendo agora "A Elite" <3
    "A Sereia" sempre em chamou atenção e depois dessa resenha incrível, me deu ainda mais vontade de ler.
    Adorei aqui! Estou seguindo :D

    Beijão
    Leitora Cretina

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Quando você começa a ler Kiera Cass não consegue mais parar. Espero que aproveite muito suas leituras. Beijoss ❤

      Excluir
  2. Olá, gostei bastante da resenha conheço a KIERA dos livros da princesa, li todos só falta A Coroa.

    www.mundofantasticodoslivros.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Amo a Seleção, America e Maxon sempre vão morar no meu coração, quem não shippa os dois ❤❤ obrigada querida, beijos

      Excluir
  3. Bárbara obrigada por falar desse livro agora sim que eu quero ler esse livro!! Fiquei muito curiosa quero ler ele em breve !!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. HAHAHAHA Espero que você curta bastante sua leitura Gi, um abraço! <3

      Excluir
  4. Esse livro já ta na minha listinha e agora com quatro estrelas suas me deu ainda mais vontade de ler, vi muitas pessoas falando que querem um spin off desse livro talvez anos antes dessa história

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim sim, seria interessante pois ela não conseguiria colocar os 100 anos de vida da personagem em um só livro, e senti falta, por exemplo, da história do primeiro navio que ela afundou. Podia haver um conto, quem sabe? Beijão Gi!

      Excluir